quinta-feira, 20 de maio de 2010

UM ARTIGO!!!


Olá, pessoal. Não posto faz tempo e isso se deve ao fato de eu estar bem atarefado no último mês. Entre outras coisas, uma de minhas tarefas se concentrava na elaboração de um artigo denominado Teoria e suas implicações: compreensão da utilização do Animalismo na Revolução dos Bichos e do marxismo na URSS de Stálin. Este pequeno trabalho foi publicado na revista Urutágua, a qual possui um corpo editorial que se apresentou extremamente atencioso comigo e com minhas dúvidas; por isso, agradeço pela atenção e dedicação que a revista desprendeu no trabalho que realizamos (correções, edição e submissão do artigo). Muito Obrigado!

Este é o meu primeiro artigo publicado em uma revista (estou estreando no mundo das publicações e, consequentemente, meu Lattes também está). É um artigo simples que expressa um pouco do meu limitado contato com a teoria marxista. Espero que gostem. Como não sei se há possibilidade de realizar críticas pela revista na qual publiquei, o blog está e estará sempre aberto à crítica, ou melhor, às ARRAZOADAS de seus leitores. O resumo do artigo está logo abaixo, juntamente com um link para acessar a revista e o artigo nela publicada. Abraços, Dino.


Este pequeno estudo consiste em compreender as implicações da teoria marxista no processo histórico revolucionário e pós-revolucionário da URSS. Realizamos tal tarefa através da análise comparativa entre a obra de George Orwell, A Revolução dos Bichos, e o processo histórico existente na URSS Stalinista. Desse modo, construímos uma discussão sobre vários aspectos da obra de Orwell com a finalidade de apreendermos, de maneira fiel, o autor e sua obra; além disso, traçamos paralelos entre a história real e a contada na fábula deste autor. Assim, com a análise e a comparação entre a obra de Orwell e o período real em questão, concebemos uma dissertação que visa mostrar as limitações e as problemáticas que o marxismo e o animalismo possuem quando empregados de maneira imprópria na constituição, legitimação e manutenção de governos que contrariam essencialmente seus fundamentos. Para isso, utilizamos alguns autores fundamentais e pouco visitados no pensamento marxista; por exemplo, Cornelius Castoriadis e Simone Weil.

http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/Urutagua/article/view/8519

ARRAZOEM!!!

9 comentários:

  1. Obrigado Julio, espero que goste. Caso não,podemos nos falar mais sobre o texto!!!

    ResponderExcluir
  2. lii o artigoo!! muitoo bomm!!!
    que orgulhooo desse meu amigo!!
    beijão Lu Davantel

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu, que saudades de você menina. Muita saudade mesmo. Que bom que você gostou do texto. É bem simples e singelo, mas não deixa de ser uma contribuição. Eu também tenho orgulho de você; ah, você é maravilhosa, né? Adorei saber que você visita o blog. Seja bem-vinda para criticar também. Beijos, Felipe.

    ResponderExcluir
  4. Bom, amigo...
    Como já li o texto umas duas vezes (rsrs) tenho total tranquilidade em lhe dar PARABENS!
    Certamente é o Primeiro de muiiiitos!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Não li, mas tenho certeza que deve estar um orgulho o artigo! E o blogo todo, está!
    Amo mto mto mto!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Felipe. Revolução dos Bichos é uma leitura trotsquista da revolução russa e, logo, tendenciosa e falha.

    Seu artigo embarcou nessa patranha, infelizmente.
    Abs do Lúcio Jr.

    ResponderExcluir
  7. Bom texto -

    ¿Quién fue realmente George Orwell?


    http://comunidadestalin.blogspot.com/2012/03/quien-fue-realmente-george-orwell.html

    ResponderExcluir
  8. Esse artigo citou esse seu artigo citado nesse blog:
    http://www.republicasocialista.blogspot.com.br/2012/12/ficcao-e-historia-em-revolucao-dos.html

    ResponderExcluir